O intervalo entre a primeira dose e a segunda das vacinas contra o novo coronavírus na Bahia permanecerá o preconizado pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19. A decisão foi confirmada nesta quarta-feira (14), em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é uma instância deliberativa do SUS e reúne representantes dos 417 municípios baianos e do estado.

Para os imunizantes da Oxford/AztraZeneca/Fiocruz e da Pfizer permanece o intervalo de 12 semanas. Para a Coronavac, o aprazamento para a segunda dose continua 28 dias após a primeira aplicação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here